Fort de la Bastille

Como já dito anteriormente, Grenoble é rodeada por montanhas, o que deixa a cidade um tanto charmosa. Na Chartreuse (montanha situada ao norte da cidade), encontramos o Fort de la Bastille, uma construção militar antiga, construída entre os anos de 1823 e 1847. E este foi o nosso passeio em um domingo de sol!

Hoje é principal atração turística da cidade, da Bastille temos uma vista incrível da cidade… Situada a mais de 450m de altura, existe a possibilidade de chegar no forte de teleférico ou pelas inúmeras trilhas que existem no local.

Nós optamos, é claro, pela subida por uma das trilhas! Então segue o registro do nossos objetivo…

Bastille ao fundo

O passeio é lindo, a cada etapa vencida na subida, paisagens se revelam para o registro das máquinas fotográficas.

Paisagens lindas

Existe ainda a possibilidade de subir fazendo escaladas, aqui denominadas Via Ferrata, mas já é um grau um pouco mais elevado para os principiantes aqui 😉 As escaladas são realizadas neste imenso paredão da montanha.

Via ferrata

Grenoble possui uma Avenida chamada Jean-Jaurès, que dizem ser a maior avenida em linha reta da Europa. Escutamos várias histórias a respeito, inclusive que essa avenida foi dividida (trocaram o nome após certa distância) para que a Champs-Élysée ficasse com esse “título”. Segundo o site http://www.grenoblecmieux.com/L-avenue-la-plus-rectiligne-d.html e pesquisas minhas, essa informação não procede, eis que a famosa avenida parisiense possui apenas 2km, e apenas umas das partes da Avenida de Grenoble, considerando-a dividida, tem 2,5km. Considerando-a na sua totalidade temos pouco menos que 8km.

Jean-Jaurès

Lançada a discussão, seguimos no passeio…

subindo…

Teleférico, carinhosamente chamado de “Bolhas”

Curiosidade: o teleférico de Grenoble é o mais antigo teleférico urbano construído no mundo, datado de 1934. Subindo por ele, passa-se por cima do Rio Isère, com uma vista linda.

Chegando no Forte, fomos curtir o terraço do restaurante (sim há um restaurante com uma vista incrível lá, jantinha programada para as visitas), onde há o mirante Vauban com diversas informações sobre a história do local e da cidade, além da indicação dos pontos turísticos e prédios da cidade que se encontram diante dos nossos olhos. A vista deste local é sensacional, e ficamos por um bom tempo curtindo o solzinho, ou no bom gauchês… lagarteando!

Rios Isère e Drac

Estudando a paisagem

Lagarteando

 Grenoble foi cede das olimpíadas de inverno de 1968, e no terraço da bastille há informações a respeito… na foto a informação de que nesta olimpíada foi criado o primeiro mascote olímpico.

O primeiro mascote

Mascote

Subindo um pouco além da parte principal da Bastille, encontramos as Grutas Mandrin, que foram construídas em 1844 para servir como esconderijo para os soldados se movimentarem sem serem vistos pelos inimigos… são corredores imensos e escuros, muito interessantes.

Entrada para a gruta

…descendo…

nos corredores da gruta

 E subindo ainda mais chegamos em um local lindo, onde foi construído um monumento para homenagear os chamados “Soldados das montanhas”. Neste local há um monumento e placas de mármores com homenagens e nomes dos soldados.

Encerrando o dia, nosso retorno com vistas ainda mais bonitas!

As cores do outono

2 thoughts on “Fort de la Bastille

  1. Well better late than nebber, and they were worth the wait. Anybody wan a lonmore? whover awards the collectables has SEEN my back yard, and I have 5 of them -very demnitvatiooal when collecting and you keep getting the same ones!Renae Da Ct Ldy

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *