Archive | Fevereiro 2013

Sintomas? (escrito em 10/12/2012)

Passamos um final de semana de viagens, curtas mas boas. No sábado acho que foi o dia que eu mais caminhei após descobrir a gravidez. Foi tudo tranquilo, me senti super cansada no fim do dia, mas igual a todos que estavam comigo.

Mas hoje, segunda-feira, dormi mais que a cama!! Caramba… se “Deus ajuda quem cedo madruga”, Ele nem sabe mais o meu nome… mas o maridão, muito querido, me respondeu: “é o fuso!!” hehehehe!!

Me sinto normal, poderia quase dizer que nem estou grávida, não fosse a menstruação não descer, o sono fora do normal, o mal-estar na parte da manhã e os seios estarem quase explodindo… ok estou grávida sim! Mas náuseas de verdade não sinto (talvez porque não deixe esse mal-estar se transformar na malditinha), não tenho desejos, não me tenho cólicas, ainda não tive vontade de matar o marido, e nem outros sintomas clássicos.

Tomara que tudo continue assim… um mar de rosas!!

Meus estudos (escrito em 07/12/2012)

Hoje é sexta-feira, e vim contar sobre meus estudos gravídicos.

Bem, antes de embarcarmos para a França o nosso plano era engravidarmos lá por abril/maio de 2013, pois assim eu retornaria ao Brasil no meio da gestação (após os 3 meses iniciais e antes dos 3 finais) sem problemas com a viagem de avião.

Quase embarcando para uma viagem de 12 horas, resolvi comprar um livro, e o escolhido foi “os segredos de uma encantadora de bebês”. É um livro mais ou menos no estilo de um programa de TV que eu adoro “Super Nany”, em que uma senhora ajuda os pais a “domesticarem” seus pequenos selvagens… tem o cantinho do pensamento, a hora certa de comer, segredinhos para dormir no quartinho, etc. sempre curti o programa e como dentro de 1 ano queríamos ter filho, decidi me preparar.

Comecei a leitura aqui em Grenoble, mas confesso que não tinha um estímulo grande para seguir…

 

Bem, chegado o estímulo, ou a nossa lentilha (sim, com quase 7 semanas, nosso saco preto tem o tamanho de uma lentilha, já tá grandinho!!), parei imediatamente com a leitura do famoso “50 tons de cinza” e passei à reler meu livro. Na verdade não é só uma leitura, mas um estudo!! Leio e anoto tudo o que acho interessante no meu caderno 😉

IMG-1354217740-V

Ontem o lentilha ganhou do Tio Dani e do Tio Fee seu primeiro presentinho: um livro para a mamãe dele ler! “Guia do Pré-Natal”…

Aqui em casa, quinta-feira é a noite em que o Cris vai para o Clube da Cerveja. Inicialmente não ia para que ele tivesse um dia só com os amigos dele, apesar de toda semana ele me convidar, agora acrescentou-se o motivo que não posso mais beber nada alcoólico… sendo assim, instituí a noite da leitura aqui em casa. O Cris sai e eu vou para o quarto, munida dos meus livros (atualmente estou lendo 4, todos sobre gestação e bebês), meu caderno e tablet. Ficamos lá, eu e o lentilha, na cama quentinha, lendo, anotando, conversando com os amigos e família pelo computador, ouvindo músicas… Ele ainda não me escuta, mas o momento é tão gostoso e mágico, que curtimos bastante essas quintas-feiras 😉

Porque você não está bebendo? Você está grávida?

Nós tínhamos certeza… após 3 meses saindo com os amigos e degustando cervejas e vinhos diferentes, causaria estranheza que eu, de uma hora para outra, parasse de beber. A rosácea, problema de pele real e que já fazia parte do meu dia-a-dia há mais de ano, seria a nossa desculpa: “estou precisando fazer um tratamento muito forte e não posso beber nada com álcool” 😉

Foi fácil no primeiro dia… até que uma amiga resolveu trocar de “porque você não está bebendo?” para “tu estás grávida?”… juro que não esperava!! Sim… foi a única coisa que consegui responder!! Hehehehe!!

…coisas de grávida… (escrito em 30/11/2012)

Hoje acordei me sentindo um pouco estranha… corpo bem cansado, pernas pesadas e um desconforto que parecia de muito longe ser um enjôo. Fiquei um pouco confusa, pois nunca quis ser uma grávida “literalmente enjoada”.

Comentei com o Cris sobre uma recomendação de uma amiga nutricionista que disse para eu comer de 3 em 3 horas, e, tendo náuseas, até de 2 em 2h. Como pode uma mulher enjoada ser obrigada a comer tão frequentemente? Affff… lembrei disso porque eu não queria comer nada daquele jeito… e olha que sou fã número 1 do café da manhã! Mas foi eu tomá-lo para essa sensação estranha passar!! O cansaço e as pernas pesadas continuaram, mas o pior foi embora.

 

…coisas de grávida…

A Primeira Consulta (escrito em 29/11/2012)

Hoje fizemos a nossa primeira consulta médica. Estudamos bastante, afinal sequer sabíamos o que esperar de uma consulta pré-natal, ainda mais em francês. Confesso que na hora fiquei bem tensa e decepcionada comigo mesma, pois não entendia nem o que a secretária estava me perguntando, aquelas perguntinhas básicas como endereço, se tinha seguro saúde, estado civil, etc. 

Mas foi o médico me chamar (ahhh eu não entendi quando ele chamou meu nome) e entrar na sala dele que tudo ficou bem.

O Dr. já sabia que eu era brasileira e começou a perguntar para o Cris, em inglês e francês, o que eu tinha. Fui mostrando de cara quem manda no pedaço e respondi: “je suis enceite!!” 😛

Simmmm, eu estou grávida!!

Entreguei o exame e ele confirmou o já confirmado!

 

Primeira frase da consulta propriamente dita: “gravidez não é doença”, e me recomendou que seguisse a vida normalmente!!

 

Calculou a data provável para o parto: 04/08/2013, e passamos para o Ultra-Som.

Nosso bebê ainda não é um embrião… ele o chamava de “sac noir”, ou seja, “saco preto”. E isso foi exatamente o que vimos na imagem, um pontinho preto, que, graças à Deus, estava super bem.

Passou informações sobre alimentação, pediu alguns exames de sangue e marcou nossa próxima consulta.

Percebemos que aqui os médicos são um tanto mais objetivos e tratam a gestação assim, objetivamente.

Para terem uma idéia, ele nem me pesou, disse que fará isso em todas as consultas, dando a impressão de que a partir da segunda é que começa mesmo as consultas pré-natal, devido a possibilidade de aborto natural. E ele fala dessa chance de abortar com muita naturalidade, afinal, é natural e se ocorrer normalmente não é culpa da mulher.

 

Bem, em aproximadamente 15 ou 20 minutinhos nossa consulta tinha terminado!

Saí feliz da vida por saber que nossa sementinha está bem… simples assim!

A Notícia (escrito em 28/11/2012)

Bem, chega a hora de contar para a família essa grande novidade!!

Apesar de estarmos casados, de escutarmos desde o dia do nosso casamento as perguntas sobre os filhos, confesso que senti um certo nervosismo quando chegou essa hora.

Como contar estando tão longe? Telefone? Nem pensar… é muito frio!!

Skype… foi a forma escolhida, pois queríamos ver a carinha de cada um ao receber essa novidade!

O artista da casa fez um desenho na minha barriga e começamos a chamar a galera brasileira…

20121125_012103

O primeiro a saber, claro, foi o mais conectado: o Tio Dani!! Apesar de afirmar um dia antes “chega de sobrinhos”, ficou muito feliz!!

Em seguida a Nona Luiza, Simone e família!

Bem, como não podia deixar de ser, essa parte me deixou mais tensa… o fato é que não queria, de forma alguma, deixar minha mãe preocupada, e tinha certeza de que ela ficaria!! Dito e feito… aquela carinha que misturava surpresa, alegria e preocupação me cortou o coração! Tudo bem… vou ligando diariamente e deixando ela participar de tudo, e após a primeira consulta médica, ela vai ficar bem!! 😉

Com a Viviane e família foi só alegria!! O meu querido afilhado deu um grito de tanta surpresa, o que me deixou muito feliz!! A Aninha ficou um pouco confusa, mas gostou da idéia.

No dia seguinte… conseguimos avisar também a família do Cris. Novamente primeiro os mais conectados: a Tia Deca!! Não acreditou, ficou super feliz e já queria contar para os outros, hehehe!! Bem típico da minha cunhadinha!

Em seguida Vovó Joice, Mileninha, Tia Chele, Lenice e a bisa Lenir: Tia Chele chorou de emoção!! Lembrei do dia do nosso noivado… também teve choro de emoção!!

A vovó parece que ficou meio chocada, quietinha… tá bem, o restante das mulheres não deixou ela falar… Mas logo após mandou um recadinho no celular super delicado, desejando muitas alegrias e falando que estava muito feliz. 😉

Ok, faltava o Vovô Tonho… aiiii que difícil conseguir falar com ele. Infelizmente não conseguimos ver a reação dele e da Claudinha com a notícia, mas a voz nos deu certeza da enorme alegria!

Família toda informada, hora de curtir cada momento!!

Ainda ficamos nos questionando sobre nossos amigos… contar? Não contar? Como contar?

Como as chances de um aborto natural são ainda grandinhas (quase 20%), decidimos esperar mais um pouquinho. Afinal, como eu li num livro: “as coisas pioram muito se você tiver que ficar dando explicações ou mesmo receber os ‘sentimentos’ do mundo inteiro quando nem sabe muito bem o que está sentindo.”

Que ansiedade guardar esse segredinho tão especial!

Correndo atrás de tudo… (escrito em 27/11/2012)

Um pouco vago esse título né? Correndo atrás de TUDO??

Pois é, como pais marinheiros de primeira viagem, muitas dúvidas começam a aparecer e, estando aqui na França, elas parecem ter uma dimensão maior. Sendo assim, no primeiro final de semana após a notícia, era hora de ficar em casa, cada um na frente do seu computador, fazendo pesquisas e buscando informações de tudo: ácido fólico, alimentação da gestante, seguro saúde, médico, parto, época do nascimento, onde vai nascer… caramba!!

Os cuidados já se iniciaram: ácido fólico, alimentação balanceada, redução da corrida, diminuição do café, chimarrão, chocolate e outros que podem “agitar demais o bebê”, muita água…