Tag Archive | pós-parto

Chegamos em casa, e agora? –> Quarto encontro com a sage-femme

Aprés-accouchement (após o nascimento), esse foi o tema do nosso quarto encontro com a sage-femme!

 

Ao escolher o título deste post lembrei muito de um casal de amigos de Campinas – o Rafael e a Alessandra, que quando chegaram na casa deles após o nascimento da primeira filha, se olharam e veio a pergunta: “E agora? O que a gente faz com esse bebê?”. Ria muito quando eles contavam sobre esse dia!!

 

Neste encontro foram nos passadas algumas informações que acredito que no Brasil sejam passadas pelo Médico Pediatra, algumas ainda no hospital e outras nas primeiras consultas! Aqui na França temos esse primeiro encontro antes do nascimento para algumas informações básicas, e depois para as consultas do Pedro podemos escolher entre um médico especialista – pediatra – ou um médico geral (e caso seja necessário esse encaminha posteriormente para um pediatra).

 

Durante o primeiro mês levaremos o Pedro nesta sage-femme, ela fará a pesagem semanal dele e verificará se tudo está dentro da normalidade. Após, o Pedro terá seu próprio médico com consultas mensais.

 

Bem, o Pedro já tem a pediatra brasileira dele, a Titia Viviane, como não poderia deixar de ser! Porém, em que pese esse super apoio e que sei será recheado de amor, mesmo que a distância num primeiro momento, seguimos aprendendo aqui com algumas informações.

 

* Com 3 dias de vida o bebê recebe, ainda na maternidade, um pique no pézinho, para a realização de exames e detectar 5 doenças graves.

* Caso o bebê tenha febre (o que verificaremos em casa) nos 3 primeiros meses de vida, e essa febre for abaixo de 38,5 graus centígrados, podemos dar um remédio (receitado pelo médico ou sage-femme) e aguardar ver se a febre baixa. Caso seja superior ou não ceder com o remédio, devemos ir para o hospital imediatamente. Para verificar a febre o ideal (como o bebê se mexe muito na verificação do estado febril) é o termômetro retal, e a temperatura normal é entre 36,5 e 37,5 graus centígrados.

* Limpeza do rosto: realizada com soro fisiológico;

* Limpeza do olho: realizada quando o bebê está com o olho sujinho (por óbvio, mas quero dizer que não precisa ser feita a todo instante), na direção “de fora para dentro”

* Limpeza da orelha: não precisa ser diária e deve ser feita com compressa enroladinha, não usando-se inicialmente o cotonete.

* Higiene das roupas do bebê: deve ser feita com sabão neutro apropriado para bebês ou sabão BIO (e nesta caso as roupas podem ser lavadas juntamente com as roupas dos pais), porém não deve ser utilizado amaciante!

 

Além dos cuidados com o bebê, no período aprés-accouchement, há alguns cuidados com a nova mamãe.

* o sangramento pós-parto pode durar até 3 semanas, claro variando de mulher para mulher e de outros fatores, como por exemplo, se a mamãe está amamentando (pois dar o seio estimula a contração e o retorno do útero, estancando o sangramento);

*caminhadas são aconselhadas somente após 1 mês do parto;

* entre 6 e 8 semanas após o parto deve ser agendada uma consulta com o ginecologista. Neste encontro além de da análise da recuperação física do corpo da mulher, são passadas informações sobre a preservação… afinal, você sabia que no período pós parto a mulher fica “mais fértil”?

* após 2 meses há sessões de reeducação perineal e abdominal. Interessante não?

O períneo, após a gestação e nascimento, normalmente costuma ser estirado, restando frouxo o canal vaginal e, como consequência, as mães podem soltar um pouco de urina involuntariamente quando tossem ou espirram. –> Na França esses problemas não são aceitáveis, havendo sessões de reeducação perineal pagas pelo sistema de saúde, bem como reeducação abdominal, tudo visando o bem-estar do relacionamento do casal.
Por hoje era isso… até o próximo encontro!