Tag Archive | sintomas

Barriguda… a evolução

Hoje, com 27 semanas de gestação, a barriguinha virou barriga… em breve: barrigão!

Sincermente, não tinha idéia de como ela ia crescer tão rápido depois de um certo período. No início era um tormento, nada dela aparecer. Mas agora, muda a cada semana! E esta fase começou com a chegada das famílias para nos visitar… acho que o Pedro queria se exibir, aparecer um pouquinho para os avós, tios e primos.

O Cris perguntava sempre se estava comendo fermento, de tão rápido que ela cresceu 😛

Depois daqueles dias das visitas da família (estava com 22 semanas), não parou mais de crescer e crescer…

Hoje já quero sair na rua mostrando o nosso pequeno piá, estou louca para que esquente para usar as roupas lindas de gestante de ganhei (não preciso falar o quanto é elegante uma mulher grávida que sabe da importância de usar roupas adequadas para esse período né? Falando nisso… tem uma loja maravilhosa em Santa Maria para gestantes e bebês que eu adoro… hehehe)! Ainda bem que na fase de barrigão vai ser quente aqui na França! Dá pra pegar um solzinho, exibir a barriga, caminhar, eita coisa boa!

Mas essa barriga já dá um trabalhinho que vocês nem imaginam… eu não imaginava ao menos que me abaixar, por exemplo, seria tão cansativo! Algumas mudanças:

* limpar a casa já não é mais a mesma coisa, a cada abaixada de 1 minutinho, preciso uns 2 ou 3 para me recuperar, preciso sentar e respirar mais devagar: o Cris assumiu a limpeza de algumas partes mais difíceis da faxina, como a banheira e o chão do banheiro (que é cheio de cantinhos)! Um gentleman, não?!

* dormir já não é mais o meu esporte favorito! Verdade… o desconforto nas costas (e já adotando um travesseiro no meio da pernas e outro dando suporte para a barriga) me faz levantar cedinho (tá bom… lá elas 8h30min).

* e colocar os tênis para sair caminhar? Não é mais só me abaixar e rapidinho estar pronta… hehehehe, tenho que rir da cena!

Estes dias ao colocar os tênis o Cris me falou “daqui uns dias tu estarás como eu e o pai (referindo-se a falta de flexibilidade)!” Verdade… apenas com a diferença que depois do Pedro nascer, tudo deve voltar ao normal… para mim! 😛

* refluxo e azia: isso é realmente uma coisa um tantinho desagradável! Já li a respeito: são os hormônios! Malditinhos!! E infelizmente não há muito o que ser feito. As orientação são as básicas… não comer chocolate, não deitar após de alimentar, não comer muito, não beber durante as refeições, não beber água durante as crises…

 

OBS.: após publicar este post, fui fazer o meu almoço e acabei voltando aqui para acrescentar o item abaixo:

* desatenção e falta de noção de espaço! Como pode uma pessoa repetir sempre ps mesmos “erros”? Pois essa é a minha sina, ao menos por enquanto! Mas agora imaginem… ao colocar o sabão em pó e/ou amaciante no compartimento da máquina de lavar, sempre errar o espaço e derrubar metade no chão; ou bater a caneca cheia de leite, todos os dias, quando vai colocá-la no microondas; tropeçar nos próprios pés?! Só rindo mesmo… não podia deixar de postar aqui!

(…)

 

Mas não posso reclamar! Afinal, são os primeiros desconfortos e já estamos na fase final, passei mais de 5 meses com uma gestação super tranquila!

Bem… vocês devem estar curiosos para ver a pança né? Ok, ok, ok!! Mas preparem-se, afastem-se um pouco do computador para dar espaço!

20130428_100506-1[1]

Achei melhor colocar uma foto de perfil… para garantir a segurança de vocês!

 E aí? O que acharam?

Beijinhos meus e do Pedro!!

 

Peso e medida

Neste domingo completamos 16 semanas de gestação!!

Pelo meu programinha de informações (indicado por várias amigas e que me acompanha no computador e no celular), nosso bebê tem aproximadamente 12 cm – uma “pêra grande” – e 100 gramas, sendo que na próxima semana ele vai praticamente dobrar de peso e crescer bastante!

Fico olhando fotos na internet e tentando me informar sobre o tamanho da barriga nesta fase, mas a diversidade é muito grande! Tem mulheres que parece que estão ganhando o bebê, e outras com menos barriga que eu antes de engravidar – ok, sei que não e uma boa comparação, hehe!

Nesta próxima semana teremos nossa terceira consulta médica, e ao que tudo indica, será uma consulta bem clínica, pois não está prevista a ecografia (a próxima será na metade de março). Sendo assim, o médico deve me pesar e me medir pela primeira vez… confesso que estou um pouquinho tensa com a situação, hehehe!! Nas duas primeiras consultas ele não fez nada disso, apenas perguntou sobre o meu peso. Antes mesmo de pensar que o médico é bom ou ruim, vale lembrar que a consulta médica daqui da França é bem diferente da brasileira, sendo super objetiva – leia aqui. Como eu não tenho uma balança boa em casa (pela minha estou com o mesmo peso de quando engravidei, beleza né?!), fica difícil saber o quanto engordei. Ontem me pesei numa balança no supermercado, e seu aproximadamente 4 kg a mais! Considerando que eu estava muito apertada para ir no banheiro (e depois fiz muito xixi), estava de calça jeans e bota (sim, eu tinha roupa em cima), será que posso diminuir 1 kg? hehehe!! Ahhh as eternas desculpas…

Bem, esse programa que falei diz que com 16 semanas devo ter aumentado entre 2,5kg e 5kg… então acho que to na média!

Nesta semana também bateremos a terceira foto da barriga, fotinho de perfil… então em breve vocês poderão comentar o que acham (atualmente tem sido o pedido mais frequente: queremos foto da barriga!!). O Cris já me chama de barrigudinha! Sabe… é a primeira vez na vida que gosto disso… se fosse antes, mataria ele!

Outras novidades me acompanham nesta fase. A sensação de bexiga cheia é a mais forte… apesar de ter ligo que era normal urinar mais nos primeiros 3 meses e depois diminuiria (o que me parece estranho se pensarmos que com o crescimento da barriga haverá maior contração da bexiga – mas já sei: são os hormôniooosss! Há outras mudanças no organismo além da barriga!). E olha que infelizmente não consigo tomar a quantidade de água indicada – mas estou melhorando!

Os seios nem preciso falar né? Parece que vão explodir, que vou acordar asfixiada ou estrangulada por eles!! hehehe!

De resto, coisas aparentemente normais, cansaço físico, sono (apesar desse ter diminuído bastante)… mas tem coisas boas também: cabelo mais bonito e brilhoso, pele aparentemente melhor e mais bonita (apesar da rosácea ter aparecido de novo), vontade de comer mais coisas saudáveis (sim, saladinha todos os dias)…

O papai tá um babão, graças a Deus, está acompanhando toda a gestação bem de perto e participando de tudo. Além de me chamar de barrigudinha e se preocupar muito com a saúde da mamãe do filho dele (ahhh pq não sou mais esposa) e do próprio bebê, já faz carinho na barriga e até olha roupinhas nas lojas!! 😀

Bem, por hoje era isso!! Parabéns ao nosso bebê que está grandinho e forte…

Carência e muito choro… um sintoma? (escrito em 19/12/2012)

Estou lendo muitos livros sobre a gestação e sobre bebês, como já falei aqui. Acho que nunca na minha vida tinha lido 3 ou 4 livros ao mesmo tempo. Nada como entrar num mundo desconhecido né? Fosse o mundo das tias… eu já estava craque!

Um desse livros é bem light, chama-se “simplesmente grávida” e eu ganhei de uma colega de francês. É um livro tipo diário de gestação, onde uma mulher fala da sua segunda gestação.

Neste livro (e também em vários outros locais) li que a mulher normalmente fica mais chorona e carente na gestação. Até ontem a noite não sentia nada disso!

Porém, ontem o maridão aqui resolveu fazer greve de conversas comigo ao chegar do trabalho… aí já viu! Me encontrei sozinha, longe da família e sem marido! DESABEI!!

E ainda era um dia que eu queria estar com a família: minha irmã enfrentando uma barra, a outra na maior correria na nossa loja, meu irmão prestes a fazer entrevista de doutorado… e eu sem falar com minha mãe há mais de 4 dias.

 

Bem, a noite passou lentamente… insônia… lágrimas…

Mas o dia chegou, e com ele o sol. Claro que para o maridão tudo normal… ahhhh os homens!! E isso por uns instantes me irritou! Mas fazer o que? Bora seguir a vida, e em breve, literalmente empurrando com a barriga esses pequenos probleminhas.

Sintomas? (escrito em 10/12/2012)

Passamos um final de semana de viagens, curtas mas boas. No sábado acho que foi o dia que eu mais caminhei após descobrir a gravidez. Foi tudo tranquilo, me senti super cansada no fim do dia, mas igual a todos que estavam comigo.

Mas hoje, segunda-feira, dormi mais que a cama!! Caramba… se “Deus ajuda quem cedo madruga”, Ele nem sabe mais o meu nome… mas o maridão, muito querido, me respondeu: “é o fuso!!” hehehehe!!

Me sinto normal, poderia quase dizer que nem estou grávida, não fosse a menstruação não descer, o sono fora do normal, o mal-estar na parte da manhã e os seios estarem quase explodindo… ok estou grávida sim! Mas náuseas de verdade não sinto (talvez porque não deixe esse mal-estar se transformar na malditinha), não tenho desejos, não me tenho cólicas, ainda não tive vontade de matar o marido, e nem outros sintomas clássicos.

Tomara que tudo continue assim… um mar de rosas!!

…coisas de grávida… (escrito em 30/11/2012)

Hoje acordei me sentindo um pouco estranha… corpo bem cansado, pernas pesadas e um desconforto que parecia de muito longe ser um enjôo. Fiquei um pouco confusa, pois nunca quis ser uma grávida “literalmente enjoada”.

Comentei com o Cris sobre uma recomendação de uma amiga nutricionista que disse para eu comer de 3 em 3 horas, e, tendo náuseas, até de 2 em 2h. Como pode uma mulher enjoada ser obrigada a comer tão frequentemente? Affff… lembrei disso porque eu não queria comer nada daquele jeito… e olha que sou fã número 1 do café da manhã! Mas foi eu tomá-lo para essa sensação estranha passar!! O cansaço e as pernas pesadas continuaram, mas o pior foi embora.

 

…coisas de grávida…